Archive for maio \21\UTC 2013

Provedor responde por violação de direitos autorais

21 de maio de 2013

imagesO Superior Tribunal de Justiça, ao analisar o RE 259.48/MG, confirmou a sua jurisprudência no sentido de que o provedor de conteúdo responde por violação de direitos autorais de conteúdo postado por usuário se, notificado extrajudicialmente, permanecer inerte.

 No caso em concreto, a Editora AudioJus notificou extrajudicialmente o Google acerca da utilização, sem autorização, de gravações suas em blogs.  Entretanto nenhuma providência  foi tomada pelo Google. A exclusão somente foi providenciada quando intimada de decisão judicial. O Google respondeu por danos materiais e morais causados à Editora AudioJus .

Com efeito, esta me parece a decisão mais acertada, ante o vácuo legislativo a respeito do tema. O Projeto de Lei de Marco Civil da Internet deve prever dispositivo regendo a questão. Entretanto, conforme já tivemos oportunidade de nos pronunciar ( MARCO CIVIL DA INTERNET E A IMUNIZAÇÃO DOS PROVEDORES), não se deve confundir a responsabilização por ato ilícito, previsto no Código Civil, com a responsabilização por descumprimento de ordem judicial. Ocorre que, pela redação atual, poder-se-ia interpretar que o provedor de serviços e os usuários que detenham poderes de moderação sobre o conteúdo seriam imunes a qualquer responsabilidade por conteúdo de terceiros até serem notificados judicialmente, mesmo que tenham ciência, participem ou aufiram alguma vantagem do referido conteúdo.

Isso por que a regra geral é que a responsabilização do provedor dependerá do grau de ciência e participação que lhe deve ser imputado em relação a postagem de conteúdos indevidos. Ademais, em muitos casos, o provedor aufere vantagens econômicas associadas a conteúdos ilícitos. Neste sentido, o site Youtube, por exemplo, vem sendo acionado judicialmente em todo o mundo em razão de postagem de conteúdos violadores de direitos autorais.

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: