Chave para entender Os Irmãos Karamazov

Estava eu na noite de sábado lendo prazerosamente Os Irmãos Karamazov, ao som de Chopin (não confunda com chopinho)  quando me deparei com a passagem que me pareceu ser a chave para entender essa maravilhosa obra. Eis o trecho:

“(…) porque “tudo é permitido”. Isso o senhor me ensinou de verdade, porque naquela época o senhor me dizia muitas coisas como essa: pois se Deus definitivamente não existe, então não existe nenhuma virtude, e neste caso ela é totalmente desnecessária”. (Os irmãos Karamazov, Fiódor Dostoiéviski, pág. 816. editora 34. Vol.2. Primeira Edição. 2008).

Com efeito, é possível ao homem conhecer racionalmente o sentido da vida e da virtude sem a ajuda de uma revelação divina. Os gregos chegaram a essa descoberta. Entretanto, há um fundamento transcendente do edifício da natureza humana, sem o qual não há virtude e tudo é permitido.

Talvez essa chave sirva não só para desvendar Os Irmãos Karamazov, mas também nos faça compreender melhor a crise em que se encontra a sociedade humana atual.

Anúncios

Tags: , ,

3 Respostas to “Chave para entender Os Irmãos Karamazov”

  1. Louis Gallard Says:

    Caro amigo,

    Um dia li a respeito que Dostoievski, em muitas de suas obras, prolongava-se demais pois, como seus livros eram semanalmente publicadas nos jornais, quanto mais escrevia, mais ele ganhava. Não sei se é o caso de “Os Irmãos Karamazov”, mas achei a obra demasiado extensa. Trata-se de um super clássico de Fiódor, inegavelmente magistral, mas sua extensão tornou a leitura um pouco cansativa, sobretudo na parte final da obra.
    Vou discordar de você, pois não acredito que o livro possua uma passagem chave para a sua compreensão. É uma obra bastante complexa, que contém, a meu viso, um pouco das visões de mundo do próprio Dostoievski, que pode ser compreendida por vários ângulos. Seja pelo orgulhoso e apaixonado Dmitri, pelo atormetado e genioso Ivan, ou pelo sonhador e cândido Aliócha, todos representam um pouco dos lados do próprio autor, que tenta imprimir seus pensamentos sob diferentes facetas.
    Enfim, acredito não deve ser atribuído um sentido único para a obra. Os Irmãos é um longo ensaio sobre a espiritualidade humana, em forma de romance, que, mesmo vista sobre diferentes óticas, traz à tona o comum conflito do ser humano na busca por compreender e aceitar a vida e o mundo.
    Eis minha opinião! Aberto a discussões.

    Saudações.

    • Tatarana Says:

      Caro Louis Gallard,

      Concordo com a sua opinião, ao afirmar que Os Irmãos Karamázov é um longo ensaio sobre a espiritualidade humana, que traz à tona o comum conflito do ser humano na busca por compreender e aceitar a vida e o mundo. Uma das passagens mais expressivas desta idéia é a do Grande Inquisidor, uma obra prima dentro de uma obra prima, que afirma:“Porque o segredo da existência humana não consiste apenas em viver, mas na finalidade de viver. Sem uma sólida noção da finalidade de viver o homem não aceitará viver e preferirá destruir-se a permanecer na Terra ainda que cercado por pães”. O homem é finalístico por natureza, no sentido de ter sede de “tornar-se o que é”. A ética e a moral têm a missão de preencher essa finalidade. Veja, a respeito, o meu post ÉTICA DAS OBRIGAÇÕES VS ÉTICA DAS VIRTUDES. Ora, a meu ver, Dostoiévski busca demonstrar, de forma existencial e dramática, que, na vida de qualquer ser humano, se Deus não existe, impera o caos e o nonsense, justamente pela falta deste sentido de finalidade. A respeito, veja a anotação feita por ele em seu diário, em 1881: “Não posso considerar moral um homem que queima hereges, porque não aceito sua tese segundo a qual moral é uma harmonia com convicções íntimas. Isso é apenas honestidade…e não moral. Ideal moral eu só tenho um: Cristo. Pergunto: ele queimaria hereges? Não. Portanto, a queima de hereges é um ato imoral”. (vide nota 60 de Os irmãos Karamazov, Fiódor Dostoiéviski, editora 34. Vol.1. Primeira Edição. 2008).

      Um abraço,

      Tatarana

  2. JEANINE NICOLAZZI PHILIPPIi Says:

    Então meu carissimo,

    Conclui da mesmissima forma que o senhor escutando MC créu e vendo o filme do livro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: